domingo, 13 de julho de 2008

Reflexões sobre meu fazer artístico

Estou bebendo luz e vomitando cor!
Estou embriagado de pensamentos!

Sinto o cheiro da luz...
E tem cheiro de vida!

Adoro a luz

Amo a cor
Odeio a escuridão
Quero luz e arte!

No Amor e na Arte

Quando jovens e se está começando
Procuramos apenas quantidade
Pecamos na qualidade,

Quando ganhamos experiência
Já não queremos mais o simples fazer
Queremos o fazer bem

Buscamos o ponto G

Buscamos através da técnica chegar ao ponto máximo
Mas junto trazemos agora uma carga de reflexões
Às vezes até insatisfações
Às vezes um descarrego de emoções

Somos tomados por um impulso que leva a criar algo,
Quase sempre sem conhecer os resultados
A cada etapa cresce a tensão, o tesão, e a vontade de continuar.

Sentimos embriagados por um desejo incontrolável de não parar
Depois de alguns instantes fantásticos
Sentimo que é o momento do fim...
Que esse é o climax...o momento do êxtase
O toque final que coroa todo o trabalho

A assinatura na obra.

E ai extasiado deparo-me com meu eu...
De volta a minha insignificância
Minha mente passa por um breve instante onde tudo está no ar... e nada está ali.
O filho nascido da criação vai ganhar o mundo.

Até que de repente...

Começa um novo ato... um novo desejo
E começamos tudo novamente
E quando menos esperamos estamos num novo ato
Num próximo filho...num novo quadro.

5 comentários:

Heide disse...

Lenísio, se cá neste espaço de comentários, ainda não haviam escrito algo é porque não tinha olhado o desenho e lido atentamente seu texto... Como comentei antes a linguagem (seja qual for) dá nome a sensasão. Eu adiro seu trabalho, sua dedicação para com eles. Críticas sim, mas sempre haveram críticas em qualquer lugar, até mesmo onde você menos espera! Deixem que digam que pensem que falem!!! Pois a imaginação se baseia em combinações de tudo o que já vimos ou sentimos de algum modo. Um grande abraço e sorte em suas novas fases.

Adaildo Neto disse...

artista digital, avante!

Sentimento é luz.
Luz é cor.
cor é arte.


é isso aí lenisio.

rosanobre20 disse...

É isso aí Marco gostei, a arte é uma criação humana com valores estéticos que sintetizam as emoções, alguns trabalhos permitem que o apreciador abra uma janela de impacto, estranheza e questionamentos polêmicos. E é isso o artista precisa da arte para se comunicar, espero apreciar mais pensamentos e expressões que estão escondidos dentro de você.

NIL MARQUES disse...

eu fiquei chocada com sua cruz, que heresia, tomara que não recaia sobre ti a maldição que sugeres com uma imagem tão insana!!

rickieac disse...

Querido amigo Marco
Desde o dia em que nos conhecemos há muito tempo atrás, que não deixo de me surpreender sempre com teu talento e sensibilidade. Esta obra é impactante e bela. Pena que algumas pessoas, intoxicadas por visões religiosas primitivas, teimem em "crucificar" qualquer um que ouse questionar sua fé precária. Mas, tenho certeza que tu já sabias que coisas assim iriam acontecer.

Grande abraço
ps: Estamos aguardando a exposição.